23 de março de 2007

Arrepio

hehehe Escrevo novamente, na vez do meu grande amigo Jefferson... eu não estava muito inspirado... ou talvez a inspiração tenha mudado, seja nova demais, e eu não saiba a ordem do que vive aqui dentro do peito... um trem de razões, consequências e sentimentos que ainda esta se acertando :-)

"Sinto arrepio
doce momento sem glória
simples vida mortal normal
mas dá arrepio...

sinto uma onda
pela espinha acima
o corpo todo
quando a hora passa
e os minutos conto nos dedos
em cada estrela
em cada momento...

e tento não contar
não viver, nem me perder
porque é dolorido esquecer
coisas que muita dor podem trazer


É difícil vencer
essa nação que vive
dentro de mim
dizendo que posso sonhar,
mesmo sem adormecer
mas que pode ser um pesadelo
ao acordar e não te ver...

mas mesmo assim sinto
arrepio
essa vontade de lhe ter
ver ouvir falar sentir
mesmo assim
com riscos, com medo
com emoção e marcas no coração
não posso mais deixar de me perder
por você."

6 comentários:

  1. Infeliz de quem não sentiu arrepios ao longo da vida, já...

    Abraços a vocês, em especial ao Jefferson.

    ResponderExcluir
  2. São tantos arrepios que a gente fica meio perdido. Qual é o bom ? Esse arrepio foi de paixão ou de tesão ? Como distingüir ? Pra que distingüir ? Beijos menino. (Mesmo sem inspiração ;), gostei bastante).

    ResponderExcluir
  3. Ninguém vale a nossa perdição... muito bom....

    ResponderExcluir
  4. Se perca por sim...
    Por alguém, por algo, se perca.
    Só assim se acha!

    Bjkas

    ResponderExcluir
  5. Jeff, Baby.. Sumi. Voltei. Não sei se fico. Mas tô com saudade demais de vc. Fiquei um tempo distante, cheia de minhocas enroladas pra desenrolar e um monte de medos pra tirar do armario escuro. Não sei se continuo a escrever, não consigo sentir que vale a pena. Mas não vou te perder de vista mesmo assim.
    Enquanto não decido de .... ou saio da moita eu tô postando mais um pouquinho.
    Beijocas mil

    ResponderExcluir
  6. Ei, Fejô....

    Quidê tu?
    Já voltaste do Pirú?

    Um beijo...

    ResponderExcluir